O Autor

Minha foto
Escrever sempre foi um hobbie e uma forma de tratamento para os momentos mais difíceis ao longo da minha formação como indivíduo. Nunca imaginei que meu trabalho viria ao encontro de tantas pessoas. Que tantos se identificariam com os sentimentos com os quais lido em meus trabalhos. Criei esse blog como um backup de minhas poesias, por medo de que se perdessem caso não as tivesse em rede. Hoje tenho um público cada vez maior e que, mesmo com minhas prolongadas ausências, continua a acompanhar minhas postagens. Agradeço pelo interesse, de verdade.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Apenas Sonhos

Eramos sonhos que se perderam na noite longa
Acordamos em carne estranha, material pesado
Não podemos flutuar como antes
Nem dormir tranquilos, porque o dia é curto

Somos pesadelos acordados, em vidas secas
Áridos de fantasia e imaginação
Presos no chão frio de cimento e terra

Morremos quando esquecemos de nossos sonhos
Mas quando deixamos de viver nessa carne
Voltamos a ser apenas sonho, evanescente no ar.

Um comentário:

lucas filho disse...

Profundo, mim toca a alma, dos meus olhos sai lagrima, bem sei que são verdadeira mais a e logo passageira. vlw